Acaimo

Acaimo
Nascimento Século XV
Tenerife
Morte Desconhecido
Cidadania Espanha
Ocupação soberano
Causa da morte Desconhecido

Acaimo foi um rei (mencey) guanche que reinou na menceyato de Tacoronte em Tenerife (Ilhas Canárias). Junto com Beneharo, ele se opôs à conquista espanhola.

Acaimo era filho do primeiro Mencey de Tacoronte, chamado Rumen por Juan Núñez de la Peña,[1] que, durante a divisão da ilha após a morte de seu pai Tinerfe o Grande, no final do século XIV, levou este território.

Durante a conquista, Acaimo juntou-se com Bencomo para repelir a invasão, participando ativamente em confrontos subsequentes, alguns dos quais tinham estado no seu território (como a matanza de Acentejo). Finalmente, na primavera de 1496, após derrotas consecutivas, Acaimo entregue a Alonso Fernández de Lugo durante a Paz de Los Realejos. Pouco depois ele foi trazido para a Península Ibérica pelo conquistador e seis menceyes e foi apresentado na corte dos Reis Católicos.[2]

Acredita-se que poderia ser tomado como um escravo e dado pelos Reis Católicos para a República de Veneza em 1496.

Copyright