Menceyato de Güímar

Menceyatos de Tenerife

Menceyato de Güímar foi um dos nove reinos dos Guanches da a ilha de Tenerife nas Ilhas Canárias no momento da conquista da Coroa de Castela no século XV.[1]

Estava localizado ao sudeste da ilha. Ocupou os municípios de Güímar, uma parte de Santa Cruz de Tenerife e San Cristóbal de La Laguna, El Rosario, Candelaria, Fasnia e uma parte de Arico.

Por volta de 1450 foi fundado um eremitério formado por três frades liderados por Alfonso de Bolaños, considerado o «Apóstolo de Tenerife», na área da moderna cidade de Candelária. Esses religiosos viviam entre os guanches, falando sua língua e batizando muitos deles. Esta missão duraria até perto do começo da conquista. Neste reino aborígine ocorreu a aparição da Virgem da Candelária.

Seus conhecidos menceyes (rei guanches) eram Sortibán, Acaymo, Dadarmo e Añaterve.

Copyright